Região 

Em termos de geografia e história, tem duas realidades muito distintas Terras de Basto, uma zona de transição entre o litoral do Minho e Trás terra, abrangendo os três municípios ao norte e as terras marcadas pelos dois rios que atravessam o Rio Douro e Rio Tâmega. Estas duas realidades são marcadas por vales profundos que correm os rios respectivos. Oposição e, simultaneamente, factores de unidade entre os diferentes municípios, a montanha do Alvão / Mara / Aboboreira.

sistemas de Montanha

Marão

 


A Serra do Mara é a sexta maior elevação de Portugal Continental com uma altitude de 1443 metros e está situado na região de transição do Douro Litoral para o Alto Douro.

Sua inércia confere ao clima do interior de Trasmontano mais continental. Área com vegetação bem consiste de pinheiros. (Embora, foi recentemente destruída pelos muitos incêndios que ocorrem em Portugal, a cada verão as plantas estão recuperados) 

A vinha é a cultura dominante na sua encosta sul. Geologicamente é constituído por longas extensões são também de granito, tendo na área da cidade de Campanhã um reservatório de calcário, que é explorado para fins agrícolas (para corrigir a acidez do solo). Por muitos anos, até a construção do IP4 foi uma verdadeira muralha que impediu o progresso do interior transmontano, e da antiga estrada nacional 15, foi um pesadelo para os motoristas.

Alvão 

 

 

O Alvão registou uma subida em Portugal Continental com 1238 metros de altitude, está situado a nordeste de Vilareal sendo predominante e afloramentos de granito, separados por afloramentos de quartzo. Não está localizado o Parque Natural do Alva.

Parque Natural do Alvão é uma área protegida de Portugal que tem o tamanho pequeno e localizado entre os municípios de Mondim de Basto, Vila Real. Foi criado em 1983.

Fauna:

  • Golden Eagle
  • Lobo Ibérico (quase extinto)
  • Lince
  • Peregrino
  • Água mole

           A serra da Aboboreira um granito contraforte implementado na borda ocidental da serra do Marão / Alvão está localizado na esquina noroeste do distrito do Porto, Portugal. Ela abrange os municípios de enfermeira, Baião e Quadro Canaveses.

É muito desigual, variando de grande planície (conhecido como CHA) e sobe a uma altitude de 1000 metros. Importante, três pontos à sua importância, o da Abogalheira, com 962 metros de Meninas no 970 metros e Senhora da Guia com 972 metros.

A serra da Aboboreira, provavelmente, ocupado desde o Paleolítico Inferior (30.000 aC) e muitos vestígios do Neolítico e da Idade do Bronze site datada de 25.000 aC como o dólmen de Chão de Parada.

A Serra da Aboboreira, em sua totalidade ocupa uma área total de 118,9 quilômetros quadrados, tem uma população de 131.000 habitantes e uma densidade populacional de 110,1 habitantes por km2.

Nessas montanhas o gado da raça nativa Aragão, faz o trabalho e produzir bezerros de qualidade em pastagens ou áreas estéreis. Serra com enorme riqueza de flora, apicultura é uma atividade em expansão na Aboboreira, que produz algo de mel ideal medicinais e funcionais, cada vez mais procurada.

Rio

Douro

 

 

O rio Douro é um rio que nasce em Espanha, na província de Sória, nos picos da Serra de Urbión, em 2.080 metros acima do nível do mar e atravessa o norte de Portugal, que leva à cidade do Porto. É de 850 km de comprimento.

Segundo a história o seu nome deriva do seguinte, em encostas íngremes, margens de rios banhados seca e inóspita, que rolou, em outros momentos pedrinhas brilhantes que foram encontrados para ser de ouro. Daí o nome dado a este rio (ouro): Douro / Duero.

A UNESCO declarou a 14 de dezembro de 2001 o Alto Douro Vinhateiro (45 ° 68 'N, 5 ° 93' W) Património Mundial da Humanidade na categoria de Paisagem Cultural.

A bacia do Douro abrange uma área de aproximadamente 18.710 km2.
Nascido na Espanha nos picos da Serra de Urbión (Soria) a 2.080 metros acima do nível do mar e tem sua foz na costa atlântica, na cidade do Porto.

Seu curso medidas de um total de 850 km, que se desenvolvem ao longo de 112 quilômetros da fronteira espanhola e Português e 213 km abaixo do território nacional Português. Sua altura média é de 700 metros. No início o seu curso é mais longo e menos grandes.

Zamora à sua foz, corre em rios canais profundos. A declividade do rio, as curvas apertadas, as rochas salientes, os fluxos violentos, múltiplas irregularidades, os pontos rápido e muitos o fizeram os saltos ou rio selvagem. Beneficiando-se da grande inclinação do rio, principalmente no Douro Internacional (a diferença é de cerca de 3m/km) de 1962 foi realizada a hidrelétrica del Duero.

Com a construção de barragens, que criou grandes poças de água parada, que veio para incentivar o turismo e náutica de recreio e pesca desportiva, excluindo os períodos de grandes cheias, pode-se dizer que o rio era dominada completamente.

Em seu curso entre Bemposta e Picote podem ser vistos em águas abertas, tudo o que rodeia este ambiente, as nuvens, o sol (que queima os olhos refletida na água), as montanhas, pedras, pássaros garças (patos , águias, abutres, gaivotas). Na maior rochas pode manter as aves de rapina ninhos.

Por outro lado, as espécies nativas do rio como a escalada, a enguia ea truta, têm sido dizimadas pela pesca descontrolada ou rede ou por mudanças nas condições ambientais (do ano estão perto do limite da resistência de algumas espécies . Após a barragem foi realizada a introdução da tenda que pode atingir acima de 20 kg tem a capacidade de alimentar todos, tornando a limpeza das barragens mesmo em baixa oxigenação da água.

Mais recentemente surgiu o caranguejo ribeirinho Archiga, poleiro e lúcio (peixes carnívoros) e vermelho (todos os de outros países). Ele também pode ser encontrado em abundância, em voga até a solha e mexilhão (idêntico ao do mar)
No entanto, passando por pedras gigantes, tingidas de várias cores, devido à separação de fragmentos de rochas, causado pela expansão e contração súbita, causada pelo tempo, é impressionante.

Viajando até o Rio Douro, que atravessa o acima pode ser visto onde eles vivem ou assentamento abutres, águias, grifos, os pombos bravos, andorinhas, etc ... e nas encostas da perdiz, coruja, estorninhos, melro, papa-figos , etc

Dentro do bosque de zimbros, Gurumel, carvalhos, sobreiros, pinheiros e outras variedades de vegetação nas encostas do Douro ainda podem ser espécies caçadas são um dos mais ricos recursos naturais da região, as ovas, javali, coelho, raposa, lebre, texugo europeu, algália, gato, etc

O Rio Douro foi e é uma fonte de riqueza para a região e as populações rurais. Mills tinha movido passado, que foram espalhadas em seus bancos, como as usinas do Sr. Antonio Luis Frois dois Melges dois e dois Velhos, pesca permitida campos pulverizados ou poços cheios jardins Bemposta melhor. Existentes perto deles, onde a notícia e fruteiras cultivadas, com base na vida das pessoas. Mais tarde, a hidrelétrica, Bemposta vai contribuir para a riqueza nacional, distribuindo energia eléctrica ao país, também proporcionou maior abundância de peixes, a pesca através da criação de postos de trabalho na pesca comercial a algumas famílias que dedicaram .

Tâmega 

 


Rio Tâmega é um rio internacional que nasce em Verín, Ourense, Espanha e termina em Entre-os-rios, o rio Douro.

Amarante atravessa o rio Tâmega, cerca de trinta quilômetros de sua foz, está em Entre-os-Rios, onde ele deságua no vale do Rio Douro encaixado em um resultado de falha de orientação nordeste-sudoeste, o canal do rio Tâmega apresenta retilínea que passa pelo centro de Amarante, um ligeiro desvio para o noroeste, provavelmente devido ao cruzamento de falhas, onde o rio veio estabelecer Fornelo (FERNANDES, 1960).

Existem vários habitats presentes ao longo das margens, matas, riachos, extensões ou fragmentos de floresta mista, rocha nua, áreas agrícolas, arbustos e culturas arbustos. Núcleos ainda existe mata ciliar nativa e uma fauna de ecossistemas fluviais.

As águas do rio são geralmente claros com um tom que varia de verde escuro e verde oliva, típico das regiões graníticas (Moreira, 1986).

variabilidade geomorfológica encontramos, está ligada à dinâmica e mecânica dos fluxos dos rios e assume a interferência de alguns fatores locais físicos.

O rio Tâmega possui elementos que se manifesta de duas maneiras diferentes na seção urbanas do Tâmega: Ilhas (lasisuas como são conhecidos localmente) e as praias fluviais.

O exemplo mais espetacular é representado pela Ilha dos Frades, uma ilha de contornos irregulares com cerca de quatro metros de comprimento, localizado entre a barragem da Feitoria ea Ponte Nova (Ponte Nova).

No decurso desta ilha, mais tarde, encontrei outro menor ilha da praia Arenal, que é explorado como uma praia fluvial, consistindo em material heteromórfica e formas micro de interesse geomorfológico.

Camuflado pela vegetação, a Ilha do Amor (de menor dimensão) está localizado próximo do Parque Florestal e é coberto por blocos hetermorficos e formas micro de interesse geomorfológico. À direita é reforçada pelo seu meio geográfico e as habilidades de turismo Praia Aurora (Aurora Praia).
Esta praia foi originada em 1952, aumentando seu tamanho até oitocentos metros quadrados em 1972 (Flor do Tâmega, Amarante, 03 de setembro de 1972).

Olo


Rio Olo nasce no Parque Natural do Alvão, um belo lugar conhecido por Pisga e termina a poucos quilômetros abaixo do rio Tâmega.

Considerada uma característica espetacular geológica onde esta olo desfiladeiro do rio sai na formação de uma série de cachoeiras com a maior 50 metros.

São consideradas as maiores quedas d'água na Península Ibérica. Apesar do nome estranho deriva da maneira pela qual o rio se apressa caindo de uma fenda na rocha, não um ponto de maior altitude da montanha, mas dentro do rock. Tão difícil, o rio esculpe uma saída improvisada e Português provérbio diz:
"Água mole pedra dura los, ambos ligados à morcego fura (água mole em pedra dura, então bater-se de perfuração).

Sra da Graça (click)
Sra da Graça (click)

 A informação aqui exposta é propriedade do site (ambt Baixo tâmega) muito interesante ,visitem fazendo click em cima da foto ao lado izquerdo.

BONITAS FOTOS (CLICK)
BONITAS FOTOS (CLICK)

Portugal

Geografia de Portugal é dividido em duas partes separadas pelo Tejo. Regiões montanhosas do norte e planícies ao sul. O relevo Português ainda não é muito pronunciado, o ponto mais alto (continente), apenas chegou a 1.993 m (Serra da Estrela).

Área: 91.906 quilômetros quadrados (88.810 sq km para o continente km ², 2.355 a favor dos Açores e da Madeira, 741 km ²)

População: cerca de 10.335.084 pessoas 

Capital: Lisboa 

Cidades principais: Albufeira, Bragança, Faro, Funchal, Porto 

Climax: Torre maciço da Serra da Estreta 1993 m Especificidade Localização: Cabo da Roca, a ponta mais ocidental da Europa continental Clima: Atlântico St., tônica. Nunca em um calor sufocante, mesmo no verão (exceto no sul do Tejo), os ventos costeiros estão frescos. Muito Invernos suaves (excepto nas montanhas). Algarve, a primavera começa em janeiro e fora de temporada (verão de São Martinho) está ensolarado até novembro.

Terreno: colinas cobrem cerca de ¾ do país. Em vez disso, existe a falésias e praias da costa 840 km Percentagem de terra arável: 34,5% dos animais selvagens: pôneis selvagens, veados, lobos, águias douradas ...

Flora: eucaliptos, oliveiras, pinheiros, fisuiers barbárie, amêndoa, morango ... Fronteiras Territórios: a Espanha eo Oceano Atlântico

Línguas Oficiais: Português. O francês é largamente utilizado por pessoas que viviam em França. Algarve, Inglês e Alemão dominam,esta informação é da pagina web www.yvettedefrance.com


 

pagina seguinte
pagina seguinte